quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Temporada de caça

O I-ching prevera
o golpe das katanas
a revolta dos tambores
o levante das flechas
Mas a revolução lusitana
                           & gambuzina
não fora esperada.

Escuta!
Este é o terceiro sinal
Finalmente, a guerra começa.

Sangue no olho
                         faca nos dentes
foto na lapela
(utilidade da lapela em uniforme de batalha)
Armados de anzóis e arpões
baionetas e guilhotinas
naus e canhões
tomam as espadas do açougueiro
                                              e anunciam:
Está aberta a temporada de caça
aos poetas.

Explosões espantadas
Tsunamis de estilhaços
Não há tempo para Meca
Não há fado ou manifesto
                                     que os contenha.
Poetas mortos,
seus sobrenomes ficarão computados
em fichas catalográficas
                        em bibliotecas
                                     e em ordem alfabética.


Ellen Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário