quarta-feira, 18 de março de 2015

Papo furado

para Diego Moraes

Você me disse que as coisas explodem
por alguma coisa,
de ódio, de tédio, de gás, de ordem
e até de felicidade
que é quando aparece outra coisa no lugar
Você me disse que podia ser até medo
um revólver, uma droga, um novo desejo, um outro beijo
É que tudo fode tudo
ou ao menos pode
Depende do que está prestes
a última gota
Nisso a gente concorda.
Já no resto,
às vezes eu não escuto, sabia?

Ellen Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário