terça-feira, 15 de dezembro de 2015

uma viagem

Noite estrelada sobre uma velha colcha de retalhos
visito o oriente entre gotas de ebriedade
e lambidas de consciência    
me perco       em meio a cangurus e meridianos
caminho       e caio em temperos         peregrino outros fusos 
encontro com folhas de louro        e quando 
um sol alaranjado se apresenta,
estou de volta à américa.
Meus olhos se abrem antes de se porem.
Assim na terra, praia grande,
uma imagem não termina de clarear
liquidando para sempre
qualquer possibilidade de vida em vão.

Ellen Maria