segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O espetáculo da pedra

selvagem ela
levanta, cuida das folhas das plantas
tira os nós dos cabelos
as raízes dos dias cheias de umidade
trabalha em silêncio
até a noite quando avança
pelo chão da sala e olha o teto
dedos entrelaçados atrás da cabeça
cresce sem perceber
também se alimenta de luz
até que não se cabe.


Ellen Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário