sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Bird girl (ou o meu poema do dia)

"O papo sobre o boom estava um saco". "Vamos mais além", você me disse, séria, e sentou num banco na parte mais escura da praça. Eu pensei: "Vamos, noite linda". "Queria ser Manuel Puig". Eu ri do alto da fumaça do haxixe. "Não use drogas", eu disse. "Culturas Híbridas é só mais uma pergunta retórica". E lá se vai o meu barato, razor love.


Ellen Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário